Baixe gratuitamente o Guia Prático do Manejo Florestal em Pequena Escala no Amapá

guia-pratico-manejo-florestal-amapa-capa
O que é Manejo Florestal Sustentável? Como é feito? Como licencia a atividade? Destinado aos pequenos produtores e futuros pequenos produtores florestais, o Guia Prático de Manejo Florestal de Pequena Escala no Amapá, recém lançado, detalha a legislação que regulamenta a atividade, a importância dos atores necessários para a produção licenciada e conduz o pequeno produtor no caminho do licenciamento e produção sustentável.
Aos que não praticam a atividade, o Guia apresenta o potencial empreendedor da atividade florestal, os atores envolvidos do processo produtivo florestal e auxilia a entender as complexas etapas realizadas sob a copa da floresta Amazônica durante o manejo florestal licenciado, de seu planejamento à comercialização, passando pela documentação necessária e todos os trâmites envolvidos.
Elaborado pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) em parceria com o Instituto Estadual de Florestas do Amapá (IEF/AP), Governo do Estado do Amapá, Grupo de Pesquisas e Intercâmbios Tecnológicos (GRET), Conservação Internacional (CI-Brasil), o informativo está disponível para download no site do Idesam: http://bit.ly/2ht1QKC
O Guia auxilia para que a legislação atual de produção em pequena escala do Amapá se apresente ainda mais como uma ferramenta de inclusão sócio produtiva pela geração de renda a partir do uso sustentável dos recursos florestais madeireiros. Porém, frente a complexidade apresentada para a regularização da atividade, o guia indiretamente demostra que a legislação desenvolvida para favorecer a produção em pequena escala de famílias e comunidades do interior do Amapá ainda não atingiu seu ponto ótimo e pode ainda ser melhorada para levar maior autonomia e atratividade para que pequenos produtores e comunidades amazônicas do estado ingressem no mercado florestal sustentável e licenciado.
O material em versão impressa será distribuído gratuitamente aos produtores do Estado.
Share: