Pular para o conteúdo principal

O segredo da solução nutritiva na alface hidropônica


Crédito Eduardo Miyayaciki

A adubação da alface cultivada em sistema hidropônico pode se dar de duas formas – a primeira é a partir a aplicação de nutrientes, tomando como base a reposição individual desses elementos. Ressalta-se que temos 14 elementos essenciais a serem adicionados à água, para a formulação da solução nutritiva, que são: nitrogênio – N (NO3) e (NH4), fósforo (P), potássio (K), enxofre (S), cálcio (Ca), magnésio (Mg), chamados de macronutrientes; e manganês (Mn), molibdênio (Mo), zinco (Zn), cobre (Cu), boro (B), ferro (Fe), níquel (Ni) e cloro (Cl), denominados micronutrientes.
Para a reposição individual, de acordo com a sua marcha de absorção, duas formas de monitoramento são recomendáveis e necessárias, sendo a primeira pelo uso de eletrodos de íons seletivos, e a segunda pela análise química da solução nutritiva em intervalos pré-determinados.
Atualmente, ambas as formas são inviáveis para o produtor devido ao alto investimento. Por exemplo, o valor de somente um eletrodo pode ultrapassar a cifra de R$ 4.000,00, enquanto a análise química da solução nutritiva tem como inconveniente o tempo demandado pelo laboratório para a emissão do resultado, assim como por toda a logística de coleta até o resultado da análise.
A outra forma de monitoramento e controle da solução nutritiva é dada pela Condutividade Elétrica (CE), caracterizada pela medida da resistência elétrica de uma solução nutritiva, a qual determina a quantidade de íons totais. Sua unidade é dada em µS cm-1, mS cm-1 ou dS m-1, e essa forma é usualmente utilizada pelos produtores hidropônicos.
Por ser uma medida quantitativa (medição dos sais totais), é aliada a diferentes velocidades de absorção dos nutrientes (o K, por exemplo, quando colocado em uma solução, pode ser absorvido pelas plantas em apenas 40 horas; já o Ca tem uma velocidade de absorção bem menor, permanecendo em solução por mais tempo). A partir disso, existe a necessidade de renovar a solução de tempo em tempo.
O período adotado é de 30 dias para a maioria dos produtores, sendo considerado limítrofe.
Solução nutritiva
A solução do professor Furlani e de colaboradores é a mais utilizada em hidroponia. As doses para a solução inicial (1.000L) são as de 750 de nitrato de Ca; 500 de nitrato de K; 150 de fosfato monoamônio; 400 de sulfato de Mg; 0,15 de sulfato de Cu; 0,50 de sulfato de Zn; 1,50 de sulfato de Mn; 1,50 de ácido bórico; 0,15 de molibdato de sódio (Na) e 30 de FeEDDHA-6%.
Sua CE inicial é em torno de 1,8 mS cm-1. Porém, ao avaliarmos a CE no segundo dia, por exemplo, nota-se uma redução desse valor, uma vez que as plantas absorveram os nutrientes.
Tratamos até agora da solução inicial (aquela formulada de 30 em 30 dias, por exemplo). Ressalta-se que, para essa leitura, sempre o nível do reservatório deverá ser completado anteriormente. Com isso, para corrigir essa variação, existe a necessidade de aplicações de soluções estoques.
Ao utilizar a solução de reposição, o produtor oportunamente corrige a 0,18 mS cm-1 (1L para 1.000L) ao empregar as soluções estoques A (contendo Ca), B (contendo os demais macronutrientes) e M (micronutrientes, na razão de 50mL para 1000L).
Alternativa viável
Outra forma de adubação utilizada é a aplicação de soluções compostas oferecidas pelas empresas de fertilizantes, sendo essas soluções, quando empregadas para reposição,calculadas a partir de percentuais da solução inicial. Por exemplo, ao utilizar 1 kg de uma solução de nitrato de Ca e 800 g de uma solução composta (demais macro e micronutrientes), o produtor obtém uma CE de 2,0 mS cm-1 para 1.000L.
Ao fazer a leitura no “dia seguinte”, pode-se verificar uma CE de 1,8. Com isso, a utilização de 10% dos sais corrigiria 0,2 mS cm-1, elevando-se a CE a 2,0 novamente.
Destaca-se que a separação do Ca dos demais nutrientes é fator essencial, uma vez que esse elemento, quando presente em solução estoque, irá reagir com S ou P, formando, por exemplo, o CaSO4 ou gesso, forma insolúvel. Tal fato não disponibiliza tanto Ca, como S, às plantas.
Vale ressaltar que, para determinar a necessidade de nutrientes à alface ou às demais espécies hortícolas cultivadas em hidroponia, foi necessária a construção de curvas de absorção de nutrientes.
A elaboração dessas curvas de absorção de nutrientes é fundamental para recomendar uma solução adequada. De modo geral, elas são obtidas a partir de estudos científicos elaborados em instituições de pesquisas, como as universidades.
O monitoramento do pH também é um fator de extrema importância para o cultivo hidropônico, uma vez que, além de afetar a integridade das membranas presentes no sistema radicular, pode favorecer a absorção de alguns nutrientes em detrimento de outros.
Fonte REVISTA CAMPOS E NEGÓCIOS
Glaucio da Cruz Genuncio
Professor de fisiologia vegetal da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)
glauciogenuncio@gmail.com
Everaldo Zonta
Professor de fertilidade dos solos da UFRRJ
Elisamara Caldeira do Nascimento
Doutoranda do Curso de Pós-Graduação em Agronomia – Ciência do Solo (CPGA-CS) da UFRRJ
édito Eduardo Miyayaciki























Exibindo 3D_cover (1).png
                           Curso gratuito  AQUI

Postagens mais visitadas deste blog

Como é formado os solos

O solo é a fina camada de material que cobre a superfície da Terra e é formado a partir da desagregação das rochas.Ela é composta principalmente de partículas minerais, materiais orgânicos, água, ar e organismos vivos de todas as que interagem lentamente ainda constantemente. A maioria das plantas obtem os seus nutrientes do solo elas são a principal fonte de alimento para os seres humanos, animais e pássaros.Portanto, a maioria dos seres vivos na terra dependem do solo para a sua existência. O solo é um recurso valioso que precisa ser cuidadosamente gerido, uma vez que é facilmente degradado.Se entendermos o  solo e controlá-lo corretamente, vamos evitar a destruição de um dos blocos de construção essenciais de nosso meio ambiente e nossa segurança alimentar. Perfil do solo, mostrando as diferentes camadas ou horizontes. O perfil de soloComo solos desenvolveram ao longo do tempo, as camadas (ou horizontes) formam um perfil do solo. A maioria dos perfis de solo é composto por - solo e subs…

Conheça os 5 melhores aplicativos para uso na área Agronômica 2018

1º PlantNet: Um excelente App para identificação de plantas daninhas. https://play.google.com/store/apps
Pl@ntNet é uma aplicação de colecta, anotaçâo e pesquisa de imagens para auxiliar a identificar plantas.Ela integra um sistema de ajuda para a identificação automática de plantas a partir de fotos comparadas com as imagens de um banco de dados botânicos. Os resultados permitem encontrar o nome botânico de uma planta, se esta for suficientemente ilustrada na base de referência. Tanto o número de espécies processadas como o número de imagens utilizadas evoluem com as contribuições neste projeto.A aplicação não permite a identificação de plantas ornamentais ou de horticultura. Funciona ainda melhor se as imagens submetidas focalizarem um órgão ou uma parte bem determinada da planta. As fotos de folhas de árvores sobre um fundo uniforme fornecem os resultados mais relevantes. 2° Pasto Certo O Pasto Certo é um aplicativo para dispositivos móveis que permite o acesso, de forma rápida e integr…

5 Melhores Apps para uso na área Florestal

1- C7 Relação H/D 

O Aplicativo C7 Relação H/D – Relação Hipsométrica - opera com os dados de altura e diametro obtidos e registrados no aplicativo de levantamentos de dados I, e procede o ajuste a modelos de regressão  com cálculos de coeficientes da regressão e outros como coeficiente de determinação (R2), erro padrão da estimativa (Sxy).  Estão pré-definidos 12 modelos que comumente são utilizados em tais levantamentos.
      A partir da seleção de um modelo ajustado e com a inserção de dados de DAP, o programa calcula a estimativa de alturas de árvores localizadas na área amostral onde foi estabelecida a relação hipsométrica. https://play.google.com/store/apps/details?id=crcampeiro.florestal&feature=search_result
2-Aplicativo C7 LDFP

O Aplicativo C7 LDFP - Levantamentos de Dados I – Florestas Plantadas  possibilita:
a) Cadastro de Espécies Florestais Exóticas(Plantadas) b) Cadastro de Projetos de Levantamentos Florestais aplicados a:     - Inventário de Florestas Plantadas     - Cálc…